fundo

App Makeover

Conheça os projetos selecionados

Fica aqui o nosso muito obrigado a todos os times que enviaram sua ideia para o App Makeover e o pedido para que acompanhem o projeto até o final!

Fica aqui o nosso muito obrigado a todos os times que enviaram sua ideia para o App Makeover e o pedido para que acompanhem o projeto até o final!

Sobre o App Makeover

“App Makeover” é um projeto gratuito com o objetivo de selecionar cinco aplicativos criados por desenvolvedores brasileiros e submetê-los a um processo de reformulação com a ajuda de especialistas do Google. A ideia é estimular o ecossistema digital no Brasil e apresentar ao público desenvolvedor boas práticas para a criação de um aplicativo de qualidade, com relevância global e alto potencial de monetização no Google Play.

Por mais de um mês, as equipes dos aplicativos selecionados passarão por sessões de treinamento/mentoria com experts do Google em áreas como desenvolvimento, design de experiência do usuário, mensuração de desempenho e modelo de negócios. Ao final, os participantes terão que lançar uma nova versão do app utilizando as lições aprendidas durante o App Makeover.

Pessoas físicas ou jurídicas baseadas no Brasil e com aplicativos desenvolvidos para a plataforma Android podem concorrer a uma das cinco vagas disponibilizadas. Para se inscrever basta preencher a ficha de inscrição e enviar um link de um vídeo de até dois minutos respondendo a seguinte pergunta “Por que o seu app merece participar do projeto App Makeover?”. A gravação pode ser simples e objetiva. O importante é apresentar o motivo pelo qual você acredita que seu aplicativo merece participar do projeto.

As inscrições estão abertas até 23h59 do dia 2 de agosto.

Regras

Esta sessão apresenta apenas um resumo com os principais pontos relacionados aos critérios que serão aplicados para a seleção dos participantes. Recomendamos que você acesse a página com o regulamento completo e leia todo o documento antes de inscrever seu aplicativo. É importante que você também conheça nossa Política de Privacidade para entender como vamos usar as informações fornecidas em sua ficha de inscrição.

Quem pode participar

Podem ser inscritos:

  • Aplicativos desenvolvidos para a plataforma Android e que estejam de acordo com as políticas do Google Play ;
  • Aplicativos em português que tenham como proprietário pessoa física, maior de 18 anos, residente no Brasil, ou pessoa jurídica, devidamente constituída e com sede no país;
  • Aplicativos com data de lançamento até junho de 2015;

Quem não pode participar

Estarão automaticamente impedidos de participar os aplicativos que:

  • Tenham sido desenvolvidos em framework híbrido, web ou em qualquer outro tipo de programação que não gere um código final nativo da plataforma Android;
  • Não possuam versão em Português;
  • Sejam da categoria de segurança (“antivírus”);
  • Tenham sido atualizados pela última vez antes de 1º. de julho de 2014;
  • Tiverem sido lançados depois de junho de 2015;
  • Estejam em desacordo com as políticas do Google Play

O regulamento completo está aqui. Lembrando que ao fazer sua inscrição, os participantes reconhecem ter lido e aceitado os termos do regulamento e a Política de Privacidade do Google.

Jurados

Uma comissão julgadora formada por especialistas do Google e profissionais que atuam na área irá analisar as inscrições e selecionar os cinco aplicativos que passarão pelo processo de makeover.

  • Regina Chamma

    Regina Chamma

    É diretora de apps e games do Google Play para a América Latina e possui mais de 12 anos de experiência na área de Tecnologia e Telecom.

  • Neto Marin

    Neto Marin

    É developer advocate do Google no Brasil e seu principal objetivo é ajudar os desenvolvedores a criar aplicativos de alta qualidade nas plataformas Android.

  • Laura Garcia-Barrio

    Laura Garcia-Barrio

    Designer de experiência de usuário no Google, com ampla trajetória de desenvolvimento de aplicativos digitais entre os Estados Unidos, a Espanha e o Brasil.

  • Marcelo Quinta

    Marcelo Quinta

    Professor em Engenharia de Software na UFG, Google Developer Expert em Android, organizador do GDG Goiânia e palestrante no Brasil e exterior.

  • Carlos Sena

    Carlos Sena

    General partner na e.Bricks Ventures, com 20 anos de experiência em empresas de mídia, software, P&D e investimentos. Mentor e jurado na Aceleratech e na Endeavor.

  • Valdir Leme

    Valdir Leme

    Gerente de Marketing Sênior do Google e responsável pelas campanhas de marketing do Google Play, Android e Chromecast no Brasil.

Conteúdo

Os aplicativos selecionados para o App Makeover receberão consultorias personalizadas nas seguintes áreas:

App development

Estudo completo do aplicativo e introdução às melhores práticas e guidelines para produzir apps de alta qualidade, além de indicações sobre como o produto pode ser utilizado em outras plataformas (TV, tablet, entre outras).

Cloud

Orientações sobre Arquitetura em Nuvem e acompanhamento de dúvidas relacionadas a implementações técnicas e escalabidade em plataformas móveis.

UX/UI

Consultoria sobre fundamentos de UX e design de UIs, workshop prático de design focado no usuário e Material Design.

Business

Análise do aplicativo e detecção das oportunidades encontradas no mercado móvel para monetização e escalonamento do produto.

Marketing

Como estruturar o branding map do seu aplicativo e planejar a estratégia de marketing para promover seu produto.

AdMob

Apresentação das ferramentas e formatos da plataforma, com sugestões de implementações e melhores práticas baseadas nos objetivos definidos por cada aplicativo.

Analytics para Apps

Introdução aos recursos disponíveis no serviço e aos modelos de mensuração para criar métricas que vão ao encontro dos objetivos de cada aplicativo.

AdWords para Apps

Explicação sobre as ferramentas da plataforma de anúncios digitais com orientações sobre melhores práticas e dicas de otimização baseadas nas premissas definidas por cada equipe.

Programação

As cinco equipes selecionadas deverão comparecer ao escritório do Google em São Paulo nos dias 8 e 9 de setembro para um encontro de boas-vindas, no qual os times conhecerão os especialistas responsáveis por cada área relacionada ao aprimoramento do aplicativo, e para as reuniões iniciais de imersão, na qual serão abordados o status atual de cada app e as melhorias que precisam ser feitas para atingir um resultado final que torne o produto mais friendly-user e monetizável.

Durante os meses de setembro a outubro, as equipes participarão de reuniões semanais de mentoria, que podem ser realizadas tanto presencialmente como por videoconferência. Não há a necessidade de que todos os integrantes participem de todas as reuniões, mas é importante que os participantes selecionados tenham o conhecimento necessário para executar ou direcionar as mudanças indicadas pela equipe do Google.

Após a segunda semana de outubro, em data a ser definida entre os times e os especialistas Google, as equipes que realizaram o processo de Makeover deverão publicar uma nova versão do aplicativo feita com base nas orientações pontuadas pela equipe de mentoria.

FAQ

A relação completa de informações sobre o App Makeover, como critérios de participação, regras gerais, entre outras, pode ser encontrada na página do regulamento. Recomendamos a leitura completa do documento antes de fazer a inscrição. Abaixo, você pode conferir algumas das questões mais recorrentes.

Quem pode participar?

Pessoas físicas, maiores de 18 anos, residentes no Brasil, ou pessoas jurídicas devidamente constituídas e com sede no Brasil.

Qualquer aplicativo pode participar?

Estarão impedidos de participar os aplicativos que:

  • Tenham sido desenvolvidos em framework híbrido, web ou em qualquer outro tipo de programação que não gere um código final nativo da plataforma Android;
  • Não possuam versão em Português;
  • Sejam da categoria de segurança, como antivírus”;
  • Tenham publicado sua última atualização antes de 1º de julho de 2014;
  • Tenham sido lançados após junho de 2015;
  • Estejam em desacordo com a políticas do Google Play ;

Se o aplicativo não se enquadrar nas restrições relacionadas acima, ele poderá participar.

Qual é o período de inscrição?

O prazo da inscrição vai das 00h00 do dia 15 de julho até às 23h59 do dia 2 de agosto de 2015 (horário de Brasília). Todas as inscrições recebidas serão revisadas.

Caso venha a ser selecionado, o responsável pelo app deverá estar ciente da obrigatoriedade de participar de todos os encontros presenciais e remotos e de possuir os recursos necessários para realizar as implementações indicadas pela equipe do Google.

Se o meu aplicativo for escolhido, o que irá acontecer?

A equipe que gerencia o projeto entrará em contato com os responsáveis pela inscrição dos aplicativos selecionados, informando-os que eles foram escolhidos e requisitando as informações necessárias para a primeira reunião presencial, que acontecerá no dia 08 de setembro.

Uma equipe de especialistas do Google irá analisar os aplicativos escolhidos sob diferentes frentes (monetização, interface e experiência do usuário, análise de dados etc), apontando mudanças com foco na otimização do produto.

O aplicativo não poderá receber nenhum upgrade durante o processo de reestruturação. O responsável pelo app se compromete a lançar uma versão atualizada 30 (trinta) dias após a última sessão de treinamento ou em outro prazo acordado com o Google.

Em qual local ocorrerão as sessões de mentoria?

As reuniões de orientação com os especialistas do Google irão acontecer no escritório da empresa, localizado na Avenida Faria Lima, 3.477, em São Paulo, e em sessões de vídeoconferência.

Ao ter seu aplicativo selecionado para o projeto, o participante se compromete a estar presente em todas as reuniões presenciais e remotas que a equipe do Google julgar necessárias para realizar um trabalho completo de melhoria.

Posso participar, mesmo não morando na cidade de São Paulo?

A participação está aberta para todo o Brasil e participantes de fora de São Paulo estão mais do que convidados a se inscrever. Vale dizer, no entanto, que não está previsto por parte do Google o custeio de despesas de transporte e hospedagem para os treinamentos presenciais no escritório da companhia, portanto, estes custos teriam que correr por conta do participante.